Continue reading " />

Vida e obra da autora Ana Miranda são retradas em programa da Tv Cultura

“Ana desenhava, cantava, tocava, representava, escrevia poesias… Sempre entregue aos chamados do mundo; em sua vida couberam muitas vidas. Talvez por isso ela tenha chegado à literatura”, disse, certa vez Marlui Miranda, irmã da escritora Ana Miranda, próxima personalidade de destaque do terceiro programa da série Autor por Autor, uma coprodução da TV Cultura com o SescTV.

A atração, produzida em cenário totalmente virtual, em alta definição e que traça perfis de grandes nomes da literatura, tem o objetivo de aproximar o público dos mais importantes autores contemporâneos brasileiros. Esta próxima atração será exibida na TV Cultura, nesta quinta-feira (17), às 23h, com reprise no domingo (20), às 20h. A duração é de 48 minutos

Autor por Autor – Ana Miranda constrói um painel da vida e obra da escritora e ilustra seus labirintos imaginários, mostrando partes de sua infância e as mudanças que fez com a família pelo Brasil. Relembra ainda o seu fascínio por diários, quando era criança, e faz disso uma ponte para explicar sua admiração pela obra de Lewis Carrol. As várias experiências que realizou na vida, primeiro como pintora, depois como poeta, até definir-se como romancista também são revividas na trajetória de Ana, que destaca a importância do escritor Rubem Fonseca em sua obra, especialmente na execução de Boca do Inferno (1989).

“Ela era uma menina muito calada, reservada. Pequenina, foi para o Rio de Janeiro e depois para Brasília”, disse a mãe da escritora, interpretada pela atriz Claudia Ohana, que faz também sua irmã, a narradora e as personagens Oribella (Desmundo), e Yuxin (romance que leva o mesmo nome). Ainda no elenco estão a premiada Leova Cavalli, na pele da própria Ana Miranda, e o ator Hélio Cícero, nos papéis Gregório de Mattos e Augusto dos Anjos.

Segundo o diretor da série, Ricardo Elias, a ideia é mostrar um painel dos grandes escritores brasileiros em atividade: “Os textos da atração misturam vida, obra e depoimentos do autor, com dramatizações. O programa tem caráter de um ‘romance de formação’ que, além da homenagem evidente, procura mostrar como aquele autor se tornou o escritor que é nos dias de hoje, servindo como referência para o público mais jovem”.

Os próximos homenageados do programa serão Carlos Heitor Cony, Ignácio de Loyola Brandão, Ariano Suassuna, Ferreira Gullar, entre outros.

A escritora
Ana Miranda nasceu em 1951, em Fortaleza, no Ceará. Parte de sua infância e juventude ela passou em Brasília (1959/1969), morando no Rio de Janeiro desde então. Sua vida literária teve início em 1978, com a publicação de um livro de poesias. Seu primeiro romance, Boca do Inferno, foi publicado em 1989, obra que já foi traduzida nos Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Espanha, Suécia e Holanda, entre outros países. Recebeu o Prêmio Jabuti de Revelação em 1990. Escreve roteiros cinematográficos, ensaios e resenhas críticas para jornais e revistas, além de realizar palestras em universidades e outras instituições.

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865