Continue reading " />

A Tecnologia reescrevendo a literatura

Tecnologia reescrevendo a literatura

Photograph: PhotoAlto / Alamy
O periódico britânico “The Guardian” publicou recentemente por meio de um de seus autores, Thomas McMullan, uma interessante matéria sobre a influência da tecnologia em reescrever a literatura nos dias atuais. Segundo a matéria, estima-se, que, em 2018 no Reino Unido, a quantidade de e-books vendidos supere a de livros impressos. E mais, o hábito de escrever de forma eletrônica, por meio de dispositivos diversos, tem afetado a estrutura, a pesquisa e, respectivamente, a edição de obras literárias…”It has affected order and it has affected rhythm…”
Não é difícil imaginar que precisaremos compor uma metodologia de como ser impactado por tantas influências, se antes, cultural, agora e mais do que nunca, tecnológica. Com isto, poderemos manter nossa organização – tradição e cultura -, sem deixar de absorver o que há de maravilhoso na tecnologia que faz alavancar possibilidades.
A matéria na íntegra encontra-se aqui.

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

#XIIBienalInternacionaldoLivrodoCeará , penúltimo dia de uma jornada literária diversificada e inesquecível.

Bel , a princesa nordestina foi lançado na #XIIBienalIntetnacionaldoLivrodoCeara pela editora Armazém da Cultura... fb.me/1i3XnjGKW

Gilmar de Carvalho , João Silvério Trevisam e Lira Neto falam da obra de Parabélum, última edição publicada pela... fb.me/xsZ9SRoO

#Parabélum de #GilmardeCarvalho é tema de mesa na #C#XIIBienalIntetnacionaldoLivrodoCeara com Participação de... fb.me/23yBhY0xz

Hoje na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará, Armazém da Cultura lança Cidades de autoria de Joaquim Cartaxo fb.me/1tA5iWeHL

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865