Continue reading " />

O preço da cultura

MinC apresenta valores de 255 itens, entre serviços e mão de obra, para ajudar na avaliação de projetos da Lei Rouanet

O Ministério da Cultura contratou o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para pesquisar em Belém, Recife, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro os valores médios de 255 itens, entre serviços e mão de obra do universo da produção cultural. A pesquisa servirá para lastrear e avaliar propostas candidatas à renúncia fiscal pela Lei Rouanet e inclui itens diversos, que vão desde preços de hospedagem, locação de veículos e espaços, frete e alimentação, até preços de mão de obra de cinegrafistas, coreógrafos, diretores e técnicos em variados segmentos. Os preços serão atualizados mensalmente e constituem-se como referências para o mercado cultural, mas não são preços fixos para as categorias elencadas. Confira os indicadores de mão de obra e de serviços.

Fonte: Publishnews

Nossa Loja Virtual