Continue reading " />

Nos EUA, pais insistem no impresso para seus filhos

The New York Times – 22/11/2011
– Por Matt Richtell e Julio Bosman

Os livros impressos podem estar sob ameaça diante do crescimento dos e-books, mas eles encontram um ponto de resistência num grupo de pessoas: as crianças. Seus pais insistem em que os filhos passem os primeiros anos de vida curtindo os “antiquados” livros impressos. Isso acontece até mesmo com os pais que leem muitos e-books, mesmo reconhecendo a duplicidade de comportamento. Eles dizem querer que os seus filhos sejam cercados por livros impressos, para ter a experiência de virar uma página fisicamente, enquanto aprendem sobre formas, cores e animais. Enquanto os livros adultos se tornam digitais mais rápido do que os editores previam, as vendas de e-books para crianças abaixo dos 8 anos representa menos de 5% do total das vendas anuais, segundo estimativas de várias editoras. Os livros infantis também são um grande alento para as livrarias físicas. Um estudo encomendado pela HarperCollins em 2010 identificou que 38% dos livros para crianças entre 3 e 7 anos, tiveram sua compra decidida pelos pais ao encontrarem tais livros nas livrarias.

Fonte:Publishnews


Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Em breve oitava edição em 20 anos de publicação do livro #HistóriadoCeará , autoria Prof. Aírton de Farias fb.me/1fyFGNoAD

À espera do Irma, empresário desabafa e relato comparando RJ a Miami viraliza @UOL noticias.uol.com.br/internacional/…

Focos de poesia no Brasil. Que tal acrescentar o seu grupo? Veja o app abaixo . fb.me/wVmVwvMr

Aniversário Armazém da Cultura: 8 aninhos 🍾🍀 pic.twitter.com/ToanE0qLCJ

Twitter Media

Publishnews indica uma alta por obras de autoajuda e infantojuvenis. Autor mais vendido:Edir Macedo nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? fb.me/7BXt1iyiK

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2… via @folha

Levantamento mostra a diversidade de gênero, raça e nacionalidade dos artistas na história da arte nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865