Continue reading " />

Narrativas, esquetes e cineclube celebram a memória no III Dia Internacional de Histórias de Vida

A programação acontece à partir das 10h do próximo domingo, 16, no Sobrado Dr. José Lourenço

“De vida em vida é que se constrói a história do mundo”. Com criatividade e muito bom humor, os antigos frequentadores das famosas “pensões alegres” – que funcionaram no prédio do Sobrado Dr. José Lourenço entre as décadas de 1940 e 1970 – hoje contribuem para a revitalização da memória do espaço: no próximo dia 16 de maio, por meio de esquetes narrativas, eles irão contar suas histórias vividas naquele período.

A programação faz parte do III Dia Internacional de Histórias de Vida, criado em 2008, e que no ano passado mobilizou mais de 200 organizações em 20 países trazendo à luz organizações e projetos voltados para o trabalho com histórias de vida. Centenas de relatos, áudios e vídeos, foram reunidos e publicados no site www.ausculti.org.

No Sobrado Dr. José Lourenço, a programação tem início às 10 horas, com a esquete Confusion, de Gabriel Matos, cujo enredo se passa na metade do século XIX, em Fortaleza, onde “senhoras conversam em frente a residência de um certo doutor sobre estatísticas misteriosas…”.

Às 11h, é a vez dos antigos frequentadores das pensões alegres que funcionaram no prédio do Sobrado Dr. José Lourenço contarem suas histórias. Em seguida, às 12h, o Cineclube do Sobrado apresenta o documentário Janela da Alma, de João Jardim e Walter Carvalho, que reúne histórias de vidas de dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual, entre elas o escritor José Saramago e a atriz Marieta Severo.

PROGRAMAÇÃO

III Dia Internacional de Histórias de Vida
16 de Maio de 2010

10h – Esquete Confusion / De Gabriel Matos
Na metade do século XIX, em Fortaleza, senhoras conversam em frente a residência de um certo doutor sobre estatísticas misteriosas …

11h – Memórias Afetivas
Os antigos frequentadores das famosas pensões alegres que funcionaram no prédio do Sobrado Dr. José Lourenço, entre as décadas de 1940 e 1970, hoje contribuem na revitalização da memória do espaço, trazendo suas Esquete narrativas acerca das experiências pessoais vividas naquele período.

12h – Cineclube do Sobrado
Edição Especial: Janela da Alma
Documentário / De João Jardim e Walter Carvalho / 2001 / 73 min
Dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência visual, entre elas o escritor José Saramago e a atriz Marieta Severo, são entrevistadas para compor um panorama sobre a visão.

Fonte: Secult

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865