Continue reading " />

Lutas e glórias no continente africano

Nascido nas terras africanas da colônia Bissau, Manuel Casqueiro, embora branco e filho de português, conheceu de perto o peso da lei Colonial e de toda a segregação por ela imposta. No livro Muzuzu Pululu, que será lançado hoje (14), às 19 horas no Armazém da Cultura, o “homem branco transparente” – significado do título da obra – expõe o que o mundo não viu dentro das colônias africanas enquanto guerreavam por independência. Nos relatos, delatam-se os abusos e atentados contra os africanos, mas também vibra-se com o a união de um povo que lutou por dignidade e humanidade.

A narrativa do livro é divida em três partes. Inicialmente, revela a infância de toda uma geração que vivenciou a repressão do regime colonialista. “Para mim, foi a parte mais difícil de escrever, por ser mais injusta. Foi o que formou meu caráter revolucionário”.

Ali o autor retrata as subordinações dos “indígenas”, sob as absurdas leis que determinavam desde os calçados aos bairros permitidos para morarem. “Os europeus dividiram a população em civilizados, assimilados e indígenas. Eu não estava em nenhuma! Resolveram, então, me chamar de branco de segunda classe”, brinca.

 “Não havia tempo para ter saudades [de casa]. Eram 24 horas dedicadas à luta”, retrata Casqueiro, sobre a segunda parte do livro. É o período da luta armada em Angola e de total engajamento com as militâncias revolucionárias. Histórias de emoções e sonhos de personagens que cruzaram o mesmo caminho de guerra.

 O último combate travado antes da independência angolana inicia a narração da terceira parte da obra. Com a tomada do poder, surgem as tensões políticas. Onde os antigos colonos passam a assumir o poder do país. Os conflitos internos tomem proporções gigantescas, levando-o a deixar Angola. “Quando o partido se tornou um partido-estado, deixou de ser movimento e passou a ser praticamente uma ditadura. Que é quando me retiro, pois sou socialista”.

(Bárbara Almeida, Especial para O POVO)

 SERVIÇO MUZUNGU PULULU

O quê: Lançamento do livro de Manuel Casqueiro

Quando: Hoje, 14, às 19 horas

Onde: Espaço Armazém da Cultura (Rua Jorge da Rocha, 154, Aldeota) Preço: R$ 25 (no lançamento) e R$ 30 (nas livrarias) Outras informações: 3224 9780

Fonte: Jornal O Povo

Nossa Loja Virtual