Continue reading " />

Inscrições abertas para o Rumos Itaú Cultural

Podem ser participar brasileiros e estrangeiros com projetos nas áreas de teatro, música, literatura e pesquisa acadêmica

O programa Rumos Itaú Cultural está com inscrições abertas para as seguintes áreas: Teatro, Música, Literatura e Pesquisa Acadêmica. Rumos Literatura é dedicado aos interessados em criar textos reflexivos sobre a literatura brasileira – serão 10 selecionados – e sobre a crítica literária -4 projetos.
A novidade desta edição é a possibilidade de estrangeiros se inscreverem, o que abre um canal de interação com o Conexões Itaú Cultural – Mapeamento da Literatura Brasileira no Exterior. A seleção dos projetos será feita por comissões autônomas formadas por especialistas e um representante do Itaú Cultural.
Para o programa de literatura, as inscrições vão até 31 de julho e os vencedores ganham livros, CDs, DVDs, apoio financeiro, licenciamento de direitos autorais e a publicação dos textos em livro da instituição. Os resultados serão divulgados no segundo semestre de 2010.
Conheça as categorias e os prêmios do Rumos Literatura:

Produção Literária – Esta categoria é aberta para projetos de ensaio que tratem de um tema relativo à produção literária brasileira dos últimos 30 anos. Não estão excluídos trabalhos sobre escritores que tenham iniciado sua carreira antes da década de 1980, mas, nesses casos, o projeto deve enfocar a produção do autor no período indicado.
Não há restrições quanto ao tema. O candidato pode inscrever projetos ligados a assuntos de grande recorrência na literatura contemporânea (como aspectos narrativos ou construção poética) a questões mais específicas (caso das literaturas de ficção científica, infantil e digital, das tendências e experimentação poéticas, da tradução, dos aspectos da literatura de um escritor ou grupos de escritores, entre outras).
Crítica Literária – Esta categoria, por sua vez, destina-se a projetos de ensaio sobre a produção crítica na literatura brasileira realizada a partir do início dos anos 1980. Como em Produção Literária, não há restrições quanto ao tema, o que permite ao candidato sugerir projetos que enfoquem tanto um ramo específico da crítica (a poética, por exemplo) quanto temas como o espaço da crítica, seu papel na literatura contemporânea, na academia ou na imprensa, entre outros.
Em ambas as categorias, o projeto inscrito não pode ter sido publicado em livro ou e-book, ou apresentado como tese de mestrado ou doutorado, sob pena de desclassificação. Ficam fora da restrição revistas acadêmicas, periódicos, sites, blogs.
Premiação – Produção Literária (até 10 projetos) e Crítica Literária (até quatro projetos) e, independentemente da categoria, até dois projetos de inscritos estrangeiros. Todos participarão de encontro na capital paulista, no final de 2010, para dar início às atividades de desenvolvimento dos projetos contemplados. Receberão 20 títulos entre livros, CDs e DVDs (selecionados pelo Itaú Cultural).
O seu currículo resumido e o projeto selecionado serão divulgados no site do Itaú Cultural. De março a outubro de 2011, participarão de exclusivo Laboratório On-Line de Literatura e Crítica (para o desenvolvimento dos projetos selecionados), sob orientação de profissional da área e com direito a certificado de participação. Terão, ainda, apoio financeiro mensal, durante o período do laboratório, no valor bruto de R$ 1.100,00 para os brasileiros e US$ 750,00 para os estrangeiros.
Pelo licenciamento dos direitos autorias do trabalho concluído e aprovado pelo Itaú Cultural, os brasileiros receberão R$ 2.200,00 e os estrangeiros, US$ 1.250,00 (valores brutos). Os seus trabalhos serão publicados em livro editado pelo Itaú Cultural, Protocolos Críticos 2 (o volume 1, lançado em 2008, reúne os textos desenvolvidos na edição anterior). E, ainda, participarão do II Seminário Internacional Rumos Literatura, que ocorre na capital paulista, no final de 2011.
Programa Rumos Itaú Cultural
Criado em 1997 para incentivar a criação artística brasileira, apoiando a formação de talentos emergentes e a produção e difusão de suas obras em todo o Brasil, o Rumos tem hoje como matéria-prima tanto a produção artística nas mais diversas áreas do país, quanto a intelectual – ao expandir sua atuação, a partir de 2000, para algumas áreas do conhecimento humano: Jornalismo Cultural, Educação, e Pesquisa Acadêmica. O programa mapeia talentos nestes setores, apoia a formação dos contemplados e promove a articulação e intercâmbio entre artistas, agentes culturais, pesquisadores, curadores e instituições.
Cada um dos segmentos – 10 a partir deste ano, com o lançamento do Rumos Teatro – tem características específicas, mas a noção de continuidade é comum a todas eles: uma vez selecionados e finalizados, os trabalhos costumam ser apresentados em mostras, shows e outros eventos em todo o território nacional e/ou editados sob a forma de produtos culturais (livros, CDs, DVDs etc).
Ao premiar projetos oriundos de diferentes estados brasileiros, o Rumos descentraliza e amplia o eixo de produção cultural. O seu caráter nacional mobiliza artistas, especialistas, pesquisadores e instituições parceiras. Além disso, o Rumos emprega recursos para a produção e difusão de suas obras, por meio de exposições, CDs, DVDs, espetáculos e outros produtos, de modo a contribuir para a reflexão sobre a realidade artística e cultural do país.
Essa trajetória soma aproximadamente 20 mil projetos inscritos, com o apoio ao desenvolvimento de cerca de 900 projetos em Arte  Cibernética, Artes Visuais, Cinema  e Vídeo, Dança, Educação, Jornalismo Cultural, Literatura, Música e Pesquisa Acadêmica. Levou a obra dos selecionados a mais de 2 milhões de pessoas em todo o país, (sem contar o público atingido pelos seminários e demais ações das itinerâncias do programa). As obras selecionadas foram divulgadas, ainda, por mais de 310 emissoras de rádio e televisão parceiras.

O programa recebeu duas premiações: Prêmio Eco – Empresa e Comunidade 2003, na categoria Cultura, da Câmara Americana do Comércio (Amcham), e menção no Guia da Boa Cidadania Corporativa Exame em 2003, na categoria Programa de Responsabilidade Social em Cultura. Em 2008, o investimento no Rumos foi de aproximados R$ 11 milhões. Neste, está previsto um orçamento de cerca de R$ 10 milhões.

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Mais uma apresentação do #Invocado , um jeito cearense de ser musical #bandadonazefinha CD e Livro de... fb.me/1UOXCry1X

Bel , a princesa nordestina foi lançado na #XIIBienalIntetnacionaldoLivrodoCeara pela editora Armazém da Cultura... fb.me/3GRhea25s

#XIIBienalInternacionaldoLivrodoCeará , penúltimo dia de uma jornada literária diversificada e inesquecível.

Bel , a princesa nordestina foi lançado na #XIIBienalIntetnacionaldoLivrodoCeara pela editora Armazém da Cultura... fb.me/1i3XnjGKW

Gilmar de Carvalho , João Silvério Trevisam e Lira Neto falam da obra de Parabélum, última edição publicada pela... fb.me/xsZ9SRoO

#Parabélum de #GilmardeCarvalho é tema de mesa na #C#XIIBienalIntetnacionaldoLivrodoCeara com Participação de... fb.me/23yBhY0xz

Hoje na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará, Armazém da Cultura lança Cidades de autoria de Joaquim Cartaxo fb.me/1tA5iWeHL

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865