Continue reading " />

Edital “Agentes de Leitura do Ceará – 2014″ vai selecionar 280 jovens e adultos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), lançou na terça-feira (03) o edital de seleção pública para o projeto “Agentes de Leitura do Ceará – 2014″. O edital no valor de R$ 1.270.000,00, oriundos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), vai selecionar 280 jovens e adultos com habilidades mediadores da leitura, que atuarão no âmbito de suas comunidades junto a cerca de 7 mil famílias participantes do Programa Bolsa Família.

Os selecionados receberão uma bolsa de complementação de renda com valores que variam de R$ 400,00/mês a 1.800,00/mês, além de um kit de bicicleta, bolsa e acervo bibliográfico. As inscrições estão abertas de 04 a 9 de dezembro, para pessoas físicas, com ensino médio concluído, na faixa etária de 18 a 29 anos, residentes em um dos municípios contemplados pelo projeto Agente de Leitura do Ceará.

O secretário da Cultura, Paulo Mamede, destaca que está é uma política do Governo do Estado, por meio da Secult, de democratização do acesso ao livro, como uma ação de inclusão social e desenvolvimento humano. “O Estado tem o compromisso de diminuir as distâncias e, no caso do livro, isso se dá pela formação de um público leitor”.

O processo de seleção do Edital consiste em três fases. Na primeira, será feita a análise da documentação; na segunda, a avaliação de conhecimento; e, por fim, a análise de currículo e entrevistas para averiguar a experiência e qualificação do candidato.

Municípios

De acordo com a coordenadora de Política do Livro e da Leitura, Concy Beserra, em 2014 serão contemplados 52 municípios selecionados pelo próprio Fecop. com base nos critérios técnicos (IFAL – Índice de Focalização dos Agentes de Leitura) definidos pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica (Ipece). Estão selecionados para esta edição os municípios de: Cariri/Centro Sul: Abaiara, Altaneira, Antonina do Norte, Assaré, Caririaçu, Farias Brito, Mauriti, Potengi, Saboeiro, Salitre, Santana do Cariri, Tarrafas e Porteiras; Centro Sul e Vale do Salgado: Acopiara, Cariús e Quixelô; Sertão Central: Boa Viagem, Deputado Irapuan Pinheiro, Milhã, Choró, Ibicuitinga, Ibaretama, Itatira e Pedra Branca; Litoral Oeste: Chaval, Granja, Martinópole, Miraíma, Morrinhos, Uruoca; Inhamuns: Catunda, Parambu, Ararendá, Independência, Ipaporanga, Aiuaba, Poranga, Novo Oriente, Quiterianópolis, Tamboril; Vale do Jaguaribe/Litoral Leste: Jaguaretama, Potiretama; Sobral/Ibiapaba: Cariré, Croatá, Senador Sá, Mucambo, Viçosa do Ceará, Reriutaba, Santana do Acaraú; Região Baturité: Itapiúna; Região Metropolitana Caucaia e São Gonçalo do Amarante.

Bolsas

Bolsa Agentes de Leitura – 280(duzentas e oitenta) bolsas destinadas aos Agentes de Leitura selecionados que atuarão como mediadores de leitura, junto a 25 (vinte e cinco) famílias, para cada bolsista, de sua comunidade e devidamente inscritas no Cadastro Único do Governo Federal.

b) Bolsa Agentes de Leitura Articuladores – 10 (dez) bolsas destinadas aos Agentes de Leitura Articuladores selecionados, que atuarão como co-coordenadores das atividades dos Agentes de Leitura supracitados, assim como também apoiar os representantes municipais do Projeto, nos termos deste Edital, sendo-lhe atribuída a atuação junto às 7.000 (sete mil) famílias e 280 agentes.

c) Bolsa Agente de Leitura Formador – 01 (uma) bolsa destinada ao Agente de Leitura Formador para planejamento e acompanhamento das atividades e dos indicadores de resultados do projeto Agente de Leitura.

d) Bolsa Agentes de Leitura Coordenador – 01 (uma) bolsa destinada ao agente de Leitura Coordenador para o exercício da coordenação técnica do Projeto Agentes de Leitura.

Projeto

O Projeto Agentes de Leitura do Ceará, pioneiro no Brasil, é, originalmente, uma ação da Secretaria de Cultura do Estado/Secult, junto ao Fundo Estadual de Combate à Pobreza/Fecop, que, desde 2006, vem promovendo a democratização do acesso ao livro e à leitura por meio de atividades mediadoras ancoradas em acervos bibliográficos que, posteriormente, são integrados ao acervo das bibliotecas públicas municipais e/ou comunitárias.

De acordo com aferição, coordenada pela Secult, por meio de aplicação de testes de proficiência leitora, foi registrado um aumento de 44% da compreensibilidade do material lido em relação ao início do projeto, que tem duração média de 10 meses. O Projeto Agentes de Leitura já atua em 43 municípios cearenses, e beneficiou 927 comunidades, realizando o empréstimo de 43.892 livros.

Nossa Loja Virtual