Continue reading " />

Direitos autorais: posição brasileira gera polêmica até no exterior

Presidente da IPA diz que a delegação brasileira presente em congresso internacional tem posição “antieditora”

A participação da delegação brasileira no WIPO Standing Committee on Copyright and Related Rights (SCCR), promovido pela World Intelectual Property Organization em Genebra desde 15 de junho, está dando o que falar. Tanto que o presidente da Associação Internacional de Editoras (IPA), Jens Bammel, mandou uma carta à Câmara Brasileira do Livro comentando o comportamento da delegação e sua posição “antieditora” e pedindo ajuda para que um documento escrito pela IPA sobre as discussões do encontro chegasse ao governo brasileiro. “No momento, a IPA está discutindo o acesso de pessoas com dificuldades de leitura a livros e o Brasil tem muito a oferecer com relação a isso. A parceria entre as editoras e a Fundação Dorina Nowill é, na teoria e na prática, um projeto de primeira grandeza que poderia servir de exemplo para outros países. Ele mostra como as duas organizações podem trabalhar juntas para facilitar o acesso a informações, adaptando conteúdo de forma eficiente e sem lesar os interesses editoriais”, disse Bammel ao PublishNews. E completou: “Ao invés de promover o modelo brasileiro, a delegação está tomando uma posição extrema contra editoras e contra os direitos autorais. Ela está lutando por um acordo internacional baseado em exceções com clara intenção de suavizar a lei internacional de direitos autorais.”

Fonte: Publishnews

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Em breve oitava edição em 20 anos de publicação do livro #HistóriadoCeará , autoria Prof. Aírton de Farias fb.me/1fyFGNoAD

À espera do Irma, empresário desabafa e relato comparando RJ a Miami viraliza @UOL noticias.uol.com.br/internacional/…

Focos de poesia no Brasil. Que tal acrescentar o seu grupo? Veja o app abaixo . fb.me/wVmVwvMr

Aniversário Armazém da Cultura: 8 aninhos 🍾🍀 pic.twitter.com/ToanE0qLCJ

Twitter Media

Publishnews indica uma alta por obras de autoajuda e infantojuvenis. Autor mais vendido:Edir Macedo nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? fb.me/7BXt1iyiK

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2… via @folha

Levantamento mostra a diversidade de gênero, raça e nacionalidade dos artistas na história da arte nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865