Continue reading " />

Desvendando conteúdo do menor livro do mundo

 

 

O departamento de Coleções Especiais e Arquivos Universitários da Universidade de Iowa guarda a coleção Charlotte Smith, que tem mais de 4 mil volumes de livros em miniatura, com uma média de 7,62 milímetros cada.

Uma das peças mais impressionantes da coleção, que, de tão pequena (apenas 4 x 4 mm), não pode ser lida a olho nu, acaba de ser desvendada. O método utilizado para conseguir decifrar o texto impresso foi usar um microscópio recém-adquirido pelo laboratório da instituição.

Uma das dificuldades encontradas pela equipe foi conseguir segurar o minúsculo volume para conseguir lê-lo. Algumas tentativas anteriores tinham danificado algumas micropáginas do livro que é menor que uma joaninha.

Com o microscópio, foi possível identificar o nome da editora, Toppan Printing Co., e entender do que se trata o volume. Ele é a versão microscópia que acompanha uma Bíblia, também em miniatura, já catalogada na coleção. O conjunto foi realizado em Tóquio para a Exposição Mundial de 1965, em Nova York, e já havia sido descrito em uma obra de referência sobre livros miniatura, Miniature Books: 4,000 Years of Tiny Treasures, de Anne C. Bromer (2007).

Com o microscópio, foi possível confirmar que o “menor livro do mundo”, como foi anunciado em 1965, reproduz, de fato, um trecho da Bíblia – o primeiro capítulo da Gênese, na versão de King James. Foi impresso a partir de um processo chamado microimpressão.

 

Foto: Holy Bible, Tokyo: Toppan Printing Company, 1964.  4x4mm./Reprodução

 

Fonte: Site da biblioteca de Iowa: http://www.lib.uiowa.edu/spec-coll/

Via Associação Brasileira de Encadernação e Restauro (ABER)

 

Nossa Loja Virtual