Continue reading " />

Começa a festa mineira do livro!

De hoje até o dia 23 de maio, devem passar pelo Expominas, em Belo Horizonte, mais de 250 mil pessoas em busca dos melhores livros, dos descontos mais convidativos e do contato estreito com os mais de 90 autores que participam da segunda edição da Bienal do Livro de Minas. Durante os dez dias, serão promovidas 86 sessões culturais entre debates, apresentações teatrais e contação de histórias. As novidades desta edição ficam por conta da Goleada Literária, sobre literatura esportiva, e da Arena Poética, onde poetas vão se revezar na leitura de textos.

Estarão por lá Alberto Mussa, Menalton Braff, Helio de La Peña, Frei Betto, Ruy Castro, Arthur Dapieve, Leticia Wierszchovski, Zuenir e Mauro Ventura, Manoela Sawitsky, Francisco Bosco, Max Mallman, Adriana Lunardi, Tatiana Salem Levy, Arnaldo Bloch, Marcelino Freire, Fabrício Carpinejar, Dado Villa-Lobos, Henrique Rodrigues, Fernando Brant… e o PublishNews!

A Bienal reservou algumas novidades para sua segunda edição, que vai ocupar uma área 50% maior. A inauguração da Goleada Literária, espaço voltado para a discussão da literatura esportiva, é uma delas. A criação da área tem como mote a realização da Copa do Mundo, tema que concentra atenções no mundo inteiro e principalmente no Brasil. “Contaremos com a participação de jornalistas esportivos, comentaristas, autores que tenham publicado livros sobre o assunto”, conta Tatiana Zaccaro, gerente geral do evento.

Outro destaque é a criação da Arena Poética, na qual o visitante poderá ter o prazer de ouvir poetas contemporâneos de Minas e de outras paragens lendo seus próprios poemas. A intenção, de acordo com os organizadores, é fazer uma justa homenagem à vocação natural de Minas Gerais para a poesia. Com curadoria da professora Guiomar de Grammont, também responsável pelo Café Literário e pela Arena Jovem, estão confirmadas, para esse espaço, as participações de autores como Marcelino Freire, Carlos Versiani, Wilmar Silva, Fabrício Carpinejar, Leo Cunha, Claufe Rodrigues, entre outros.

A expansão dos já tradicionais Café Literário e Arena Jovem, voltados para discussões literárias e contemporâneas, também merece destaque. O número maior de sessões e a ampliação do espaço físico vão possibilitar que mais pessoas assistam aos debates, sem, contudo, perder a característica intimista que sempre os caracterizou. A curadora Guiomar de Grammont conta que a programação prevê uma série de homenagens, aos talentos de Minas e a outros de âmbito nacional. “Para compor essa programação, realizei muitas pesquisas para saber o que de mais novo tem acontecido no universo literário”, explica.

Com curadoria especializada, o Circo das Letras é um espaço voltado para as atividades infantojuvenis onde os visitantes terão contato direto com o universo mágico dos livros.Esse ano serão 53 sessões, apresentadas em um palco lúdico, em formato de circo com picadeiro, luzes e cores. Para a curadora Daniela Chindler, a proposta é trabalhar com as emoções e com a capacidade que a criança tem de se transferir para outra realidade: a contada nas histórias. “Serão contos de todos os lugares do mundo. Selecionamos um vasto repertório, que será dividido em três blocos. A intenção é que os visitantes tenham, a cada visita, um espetáculo diferente para assistir”, conta.

De acordo com Andréia Repsold, vice-presidente da Fagga, o objetivo central da expansão experimentada pelo evento é proporcionar ao visitante o máximo de conforto, além de uma opção de lazer para toda a família. “Queremos, com a criação de espaços tão diversos, contribuir para que as pessoas passem o maior tempo possível no evento e tenham o máximo de contato com o autor”, explica.

O presidente da Câmara Mineira do Livro, José de Alencar Mayrink, reforça a opinião, ao traçar um balanço da primeira edição da Bienal, realizada em 2008. “Nossa satisfação em relação a esse evento é perceber que o objetivo de fomentar a leitura é alcançado. Importante também destacar que a importância da Bienal não está restrita ao período de realização do evento. Ela se estende ao longo de todo o ano e percebemos isso no aquecimento do mercado editorial”, conta.

No Auditório José Mindlin, com capacidade para 120 pessoas, haverá encontros técnicos voltados para o segmento editorial. Um dos destaques fica por conta da sessão “O que é qualidade em Literatura Infantil e Juvenil? Com a palavra, escritores, ilustradores e educadores”. Com curadoria e mediação de Ieda Oliveira, o debate acontecerá no dia 20 de maio, das 14h às 16h, e contará com a participação de Bartolomeu Campos de Queirós, Leo Cunha, Marilda Castanha e Rosa Helena Mendonça. Além deste encontro, a Câmara Mineira do Livro promoverá, no mesmo espaço, palestras sobre programas relacionados ao setor editorial e o futuro do livro digital.

Para a programação completa, clique aqui.

Bienal do Livro de Minas
Data: 14 a 23 de maio de 2010
Horário: 14 de maio (sexta-feira): das 12 às 22h / Demais dias de semana: das 9h às 22h / Fins de semana: das 10h às 22h
Local do Evento: Expominas – Avenida Amazonas, 6.030 – Bairro Gameleira – Belo Horizonte, MG
Ingressos: Dias úteis (segunda a sexta)
Entrada inteira – R$ 8,00
Meia-entrada – R$ 4,00

Final de semana (sábado e domingo)
Entrada inteira – R$ 10,00
Meia-entrada – R$ 5,00

Fonte: Publishnews

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Em breve oitava edição em 20 anos de publicação do livro #HistóriadoCeará , autoria Prof. Aírton de Farias fb.me/1fyFGNoAD

À espera do Irma, empresário desabafa e relato comparando RJ a Miami viraliza @UOL noticias.uol.com.br/internacional/…

Focos de poesia no Brasil. Que tal acrescentar o seu grupo? Veja o app abaixo . fb.me/wVmVwvMr

Aniversário Armazém da Cultura: 8 aninhos 🍾🍀 pic.twitter.com/ToanE0qLCJ

Twitter Media

Publishnews indica uma alta por obras de autoajuda e infantojuvenis. Autor mais vendido:Edir Macedo nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? fb.me/7BXt1iyiK

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2… via @folha

Levantamento mostra a diversidade de gênero, raça e nacionalidade dos artistas na história da arte nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865