Continue reading " />

Biblioteca pela paz

foto_med_7478Antes era assim: adolescentes que não frequentavam as aulas e índices de violência que assustavam a população. Mas, depois dela, as coisas começaram a mudar. A biblioteca comunitária do Jardim Ranieri, em São Paulo, nasceu do constante apelo dos moradores e, com o envolvimento dos policiais da Base Comunitária, o projeto prosperou. A biblioteca passou a servir de vínculo entre policiais e comunidade, transformando-se em ponto de encontro de meninos e meninas que começaram a conhecer um outro mundo pelas páginas coloridas da leitura. Esta iniciativa, ampliada com a ajuda de pessoas como Rita de Fátima Gonçalves Pisniski, foi uma das ações reconhecidas com o IX Prêmio Laura Russo. Idéia a ser replicada!

Fonte: Agência Brasil que lê

Nossa Loja Virtual

As últimas do Twitter:

Em breve oitava edição em 20 anos de publicação do livro #HistóriadoCeará , autoria Prof. Aírton de Farias fb.me/1fyFGNoAD

À espera do Irma, empresário desabafa e relato comparando RJ a Miami viraliza @UOL noticias.uol.com.br/internacional/…

Focos de poesia no Brasil. Que tal acrescentar o seu grupo? Veja o app abaixo . fb.me/wVmVwvMr

Aniversário Armazém da Cultura: 8 aninhos 🍾🍀 pic.twitter.com/ToanE0qLCJ

Twitter Media

Publishnews indica uma alta por obras de autoajuda e infantojuvenis. Autor mais vendido:Edir Macedo nexojornal.com.br/grafico/2017/0… via @nexojornal

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? fb.me/7BXt1iyiK

Por que Jane Austen ainda é tão lida, 200 anos depois de sua morte? www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2… via @folha

Links Sugeridos:

Livrômetro

58.620.865