Continue reading " />

Apenas 25% da população adulta dominam habilidades de escrita e leitura

O Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional (INAF), desenvolvido em parceria pelo Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa mede a capacidade de leitura, escrita e habilidade de cálculo da poulação brasileira.

O estudo surgiu como alternativa às pesquisas de analfabetismo e de analfabetismo funcional realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que consideram analfabetas as pessoas que se autodeterminam como tal e como analfabetas funcionais as pessoas com menos de quatro anos de escolaridade.

O INAF é feito com base em pesquisas anuais realizadas junto a amostras de 2 mil pessoas representativas da população brasileira de 15 a 64 anos e a coleta dos dados é realizada de duas formas: testes de leitura/escrita e matemática e aplicação de questionários para um levantamento extenso de informações sobre práticas de leitura, escrita e cálculo dos entrevistados e suas implicações nas esferas doméstica, profissional, educacional, religiosa, nas atividades de lazer e também quanto à participação cidadã desse entrevistado.

Fonte: Blog Oficina de Livros

Nossa Loja Virtual